Sobre A Bela e a Fera 2017

Um Bela forte e determinada e uma Fera medonha que no fundo é reflexo de uma criança criada por um pai malvado. O filme A Bela e a Fera superou minhas expectativas. Os atores souberam dar vida a um dos clássicos da Disney. Mas na minha opinião é um filme para adultos e crianças maiores […]

Um Bela forte e determinada e uma Fera medonha que no fundo é reflexo de uma criança criada por um pai malvado. O filme A Bela e a Fera superou minhas expectativas. Os atores souberam dar vida a um dos clássicos da Disney.

Mas na minha opinião é um filme para adultos e crianças maiores (acima de 7 anos). Para os bebês, ainda acho que o desenho clássico é melhor. Com cenas escuras acho que os pequenos podem sentir medo. Minha filha (2 anos) ficou o filme todo no colo do pai.

Não fui ao cinema esperando ver a mesma Bela que chora ao não poder se despedir do pai. Sabia que atriz Emma Watson daria a protagonista da história um tom mais firme. Já a Fera com os enormes chifres realmente é medonha. Mas se mostra culto e refinado com o passar da trama.

O tom de filme mais no estilo musical também me agradou, mas confesso que é uma questão bem particular. Achei as letras bonitas e gostei das melodias. As partes a mais do filme, com as cenas sobre as infâncias da Bela e da Fera deram a noção de aprofundamento da história para um público não tão infantil. E contextualizaram a história na época que é vivida.

Um dos pontos altos do filme, a cena quando a Bela e a Fera dançam no grande salão do castelo é maravilhosa! Bela está linda e seu vestido ganha vida com fios dourados que se mexem para dar o toque final. Uma cena simples mas de arrepiar.

A transformação tradicional do fim do filme ganhou um toque a mais de sentimento e humor o que fez o felícula encerrar com muito estilo. Para mim é um grande filme e vou assistir muitas vezes.

Veja o trailer

Assistiu ao filme? O que você achou?

Compartilhe com a gente nos comentários abaixo.

comentários

Malu Naves
Malu Naves é jornalista de profissão, mãe por instinto e ajudar ao próximo sempre foi um lema de vida. Tem dois filhos e sua grande paixão é passear, viajar, conhecer novos lugares e pessoas mesmo se for sem sair de Brasília. Depois da maternidade, descobriu que estar por aí pode ser ainda melhor com seus fiéis companheiros, seus filhos Henrique e Bianca e o marido Wellington Maciel.

Deixe uma resposta