DIY: Como se priorizar fazendo o seu próprio PLANNER!

E qual é a trilha que embala a leitura de hoje?? Oração ao Tempo, composta por Caetano Veloso https://www.youtube.com/watch?v=PhSpjxxC31E (pode ser só áudio)Coloca baixinho e lê aí ó ↓ Oi gente!! Tudo bom?? O post de hoje é um convite. Um convite para otimizar o seu tempo, se priorizar e finalmente ter tempo pra você. Eu […]

E qual é a trilha que embala a leitura de hoje??

Oração ao Tempo, composta por Caetano Veloso

https://www.youtube.com/watch?v=PhSpjxxC31E (pode ser só áudio)Coloca baixinho e lê aí ó ↓

Oi gente!! Tudo bom??

O post de hoje é um convite. Um convite para otimizar o seu tempo, se priorizar e finalmente ter tempo pra você. Eu entrei nesse barco e já vejo diferenças positivas na minha rotina. E é isso que eu gostaria de compartilhar com vocês.  

A nossa proposta aqui é que você consiga:  

  1. Visualizar a sua rotina com mais clareza
  2. Dividir e delegar tarefas
  3. Identificar as brechas de tempo para aproveitar como você quiser.  
  4. Planejar suas metas e sonhos com o sentimento verdadeiro de querer conquistá-los!

Nos últimos meses, organizar o meu tempo se tornou algo urgente, tipo PRA ONTEM… Porque agora não é só organizar a minha rotina pessoal e profissional,  também tenho que organizar as atividades do meu filho, conciliar com as do marido e também com os diversos compromissos sociais que pipocam e deixam a agenda bem corrida. A sensação frustrante de “Expectativa X Realidade” estava me deixava bem mal humorada (MESMO).

A verdade é que, antes de começar esse processo, eu não tinha ideia dos diversos compromissos fixos que já eram parte da minha rotina.  E, dessa forma, como eu poderia saber as lacunas livres?  

Foi aí que eu percebi que precisava visualizar a minha rotina, até pra saber pedir ajuda ou delegar responsabilidades.  E não é só visualizar mentalmente não, é VER mesmo. Desse modo, fica mais fácil identificar choques e optar por mudanças que facilitem a vida de toda a família.

Tenho um exemplo que aconteceu aqui em casa e que pode clarear essa ideia. Eu identifiquei que minha rotina ficaria muito mais produtiva, trocando a escola do meu filho da manhã para a tarde. Eu rendo muito melhor à tarde e consigo organizar melhor minhas atividades. Fiz a mudança e, de fato, meu tempo rende mais. Fiquei culpada receosa de como Lorenzo se adaptaria, mas tudo fluiu super bem. (Ufa!) Na prática, a manhã está mais agradável, porque não tem aperreio pra chegar na hora, podemos tomar um café da manhã sem pressa e ainda fazer atividades no jardim ou parquinho com o sol mais ameno.

Outro ponto da rotina que otimizei foi o compromisso diário de levar e buscar meu filho na escola. Eu e marido temos nos organizado melhor no revezamento e, vez ou outra, os avós entram na jogada também. No mínimo, ganho 2 horas e isso é muita coisa!  Em trabalho criativo, não funciona assim “senta-cria”, preciso de algumas horas seguidas para concentrar e render bastante.

Só de ter clareza da minha rotina, o planejamento do meu tempo de trabalho melhorou muito, minhas listas de tarefas estão mais acertivas e tenho feito metas semanais. O resultado na minha sanidade mental é surpreendente hahahaha.  Tô realmente motivada com essas mudanças, deu pra perceber, né?!   ☺

Faça o teste você mesmx: sente e escreva toooda a rotina semanal da família. Eu sugiro fazer uma tabela com os sete dias da semana em colunas e três linhas com manhã, tarde e noite. Depois de preenchida, faça uma bela análise de como está a sua rotina. Cansou só de pensar? Calma. Respira. Quer melhorar? Vem comigo! #ajudadaboa a vista

O texto e VÍDEOS de hoje foram profundamente inspirados na sequencia de posts que a Couch Ludmilla Pimenta tem publicado aqui na SOS Mães.(Vale muito a pena!). Quando eu disse que embarquei nesse barco, é porque aceitei o desafio da Lud em me priorizar e me sentir mais realizada!  Vou tentar ser o mais clara possível, mas provavelmente será necessário ir lá na coluna do Carreira de Mãe pra entender melhor o porquê de fazer isso tudo, ok?!

Mas antes vamos falar um pouquinho sobre organização? De tudo que eu li, acho que essas dicas valem OURO!

  1. Organização não pode ser algo difícil, tem que ser algo natural. Então, eu peço que você invista um pouquinho mais de tempo no entendimento da sua realidade pra usar a ferramenta mais adequada.
  2. Organização não tem que mudar a sua vida, tem que agregar ao que você já tem. Você pode melhorar gradativamente. A busca pela perfeição pode ser paralisante, apenas comece.
  3. Não se prenda a um método específico. Pegue referências e adapte à sua realidade.  Faça funcionar.
  4. Depois que perceber que uma mudança de rotina será positiva, não tenha medo! Teste! E qualquer coisa, volte atrás. Nada na vida é definitivo.

 

Nossa maior referência de organização do tempo é a boa e velha AGENDA, mas nem todos se adaptam a ela. Quem aí olhou a agenda no fim do ano e viu que a maioria das páginas estava em branco? Triste né? Um desperdício danado de recursos.

Ouço muito pessoas falando que se organizam pelo celular. Realmente é um forte aliado. Super super válido! Eu uso bastante, principalmente pelos recursos de lembretes e alarmes. Uma dica que eu dou é: FAÇA na hora!! Saiu de uma consulta e vai marcar retorno? Coloque imediatamente no calendário COM lembrete. Se não fizer na hora, a chance de esquecer é enorme. Ainda assim, acredito que o celular é um recurso complementar ao que vou mostrar hoje.

Oouuuukeyyy ..Chegou a hora…  

Nesse post mostro pra vocês como FAZER e USAR uma ferramenta poderosa: Planner!

PLANNER

O que é O que é isso, afinal? No Brasil chamam de Caderno de Organização, mas como não tem uma tradução muito fiel, a maioria chama de Planner mesmo. É uma agenda super melhorada, usada como uma ferramenta de organização pessoal.  Já é algo muito difundido, principalmente nos Estados Unidos, onde empresas fazem Planners personalizados. É um xodó de várias blogueiras e por isso, já virou sonho de consumo de muita gente. Só digitar Planner no Youtube que tem uma infinidade de vídeos explicando tim tim por tim tim.

Não vou me alongar, porque não é o objetivo e tem muita informação na internet. Mas o planner pode ser um investimento bem alto. Pode custar R$ 200, chegando até R$ 500 reais, principalmente pela alta do dólar. Mas já existem algumas empresas brasileiras com planners no mercado e talvez fique mais acessível.

No nosso caso, será um projetinho “Faça você mesmo” bem adaptável a realidade distintas e o melhor:  barato! Eu assisti muitos vídeos e extraí as opções que considerei mais úteis à nossa proposta aqui.

Por que Por que fazer um Planner? Porque guardar coisas na cabeça ou nunca saber onde fez uma anotação são fatores de stress. É delegar ao Planner os pensamentos desencontrados e criar estratégias para alcançar seus objetivos.

Características É possível fazer com um simples caderno, mas optei por usar um fichário.  Ele permite colocar e tirar folhas de acordo com a necessidade e mudar as divisórias de lugar.

É preferível que seja leve e pequeno para facilitar que ele esteja sempre com você.  Quanto mais simples e comum o fichário, melhor para não ter problema para comprar refil de folhas e divisórias. Eu comprei um fichário simples preto por R$ 13 na Kalunga.

 

Faça seu PLANNER

 

Material

Pra fazer o Planner, precisaremos de:

– 1 fichário tamanho A5 com elástico (se não tiver elástico, é muito simples de colocar) – R$ 13,90

– Divisórias tamanho A5, kit com 5 – R$ 3,00 cada ( usei 2 kits)

– Bloquinho de folhas próprias para A5, 50 folhas – R$ 3,00 cada (usei 2 bloquinhos)

– 1 folha de papel cartão – R$ 4,00 ( mas eu só usei um pedaço, então se você tiver uma folha de qualquer tamanho bem grossa também serve)

– Caneta comum para ficar dentro do planner – R$ 4,00

– Adesivo vinílico estampado para encapar ( pode ser tecido adesivado, tecido com cola ou optar por não encapar) – R$ 7,50 (meio metro)

– Flanela ou tecido macio para ajudar a adesivar

– Furador de papel (pode ser improvisado)

– Post It cores variadas e adesivos (opcional, usei os que eu já tinha) 

– Régua ( já tinha em casa)

– Tesoura (já tinha em casa)

TOTAL: R$ 41,40

 

“RECHEANDO” o seu PLANNER

Divisórias

A quantidade de divisórias vai depender da sua necessidade. Nossa sugestão é guiar seu planner, de acordo com o resultado da Ferramenta “Roda dos Papéis” ou Roda da Vida (que você pode ler e fazer o download aqui) . Eu escolhi 9 papéis e fiz uma divisória para cada. Ali consigo escrever sobre meus objetivos e tudo que está relacionado àquele assunto. Depois que ficar muito pesado, é importante jogar fora o que não faz mais sentido ou reorganizar em outro fichário aquilo que não usa com frequência.

Tenho algumas propostas de guias interessantes que são bem comuns nos Planners oficiais:

Caixa de entrada: É uma espécie de agenda de organização diária. Ali você faz um rápido planejamento do dia seguinte. Exemplos: Marcar consulta, ligar pra fulano, ir ao mercado, etc. São coisas importantes que temos que fazer, mas que não tem relevância para ficar em um calendário mensal ou em um planejamento semanal. São demandas que vão surgindo no dia a dia. 5 ou 10 minutos na noite anterior são suficientes para definir e atualizar essas tarefas do dia seguinte.  

Wish List: É uma lista de desejos materiais mesmo. São duas colunas: de um lado “Eu quero” e do outro “Eu preciso”. Coloca lá, vai observando, às vezes a vontade passa, às vezes não. Mas ajuda a se planejar em termos financeiros e tomar atitudes mais conscientes.

Finanças: pra quem gosta de fazer o controle financeiro pessoal no papel, é uma ótima forma de ter tudo sempre à mão.  

Calendário Anual: aqui é bem fácil de recortar um calendário de agenda ou imprimir gratuitamente da internet. Apesar de olharmos frequentemente no celular, é interessante ter um calendário de fácil acesso no planner. Aqui também pode colocar o calendário escolar do filho, que a gente nunca acha quando precisa.

Projetos e Sonhos: bom, já é autoexplicativo, aqui você escreve seus projetos e sonhos de vida. Eu acredito que essa é uma parte muito importante, pois aqui você já começa a criar sua realidade.

Saúde: Essa divisória pode estar contemplada como “Paciente” na Roda da Vida, mas gostei de valorizar o tema aqui, pois acho útil ter um só local para escrever as anotações importantes sobre médicos, checkups, quantidade de água, exercícios, alimentação, etc. Pode ser um local para anotar receitinhas saudáveis também. .  

Contatos e aniversários: se achar necessário. Meios eletrônicos podem ser mais eficientes nesse sentido. Pode ser um bom local para guardar cartões de visita.

– Papéis Roda da Vida: Como eu já disse acima, a parte mais importante do nosso planner! Coloque todos os seus papéis da RODA DA VIDA, um em cada guia/divisória. Não sabe como fazer a sua roda, veja o vídeo e o post AQUI!

 

**********************************

Deu pra entender tudo direitinho? Qualquer dúvida, escreve pra gente!

Testa aí e me conta.

Se gostou desse texto, compartilhe! Ajude que essa informação seja útil para mais pessoas. O seu feedback é super importante para eu direcionar e dar continuidade a esse canal de conversa e troca.

Tem algum tema que queira ver como projetinhos de Faça Você Mesmo? Me conta!

PRÓXIMO POST.: No próximo post vou mostrar como fazer um calendário de parede super prático e simples para você usar o ano todo!

comentários

Publicitária de formação, idealista por convicção e compromissada com a busca pela felicidade. Plantando com as próprias mãos, colhendo inspirações e flores pelo caminho e lançando ao vento ideias criativas, hábitos sustentáveis e reflexões positivas.

Deixe uma resposta