Dicas sobre viajar de avião sozinha com bebê e/ou criança

Viagem de avião com filhosMais uma aventura para o currículo de mãe: viajar sozinha de avião com meus dois pequenos, ele com 4 anos e ela com 10 meses. Encarei essa porque o trajeto era curto (1h30), o papai ia nos buscar no aeroporto, e também por ser muito animada. No começo da saga, confesso que me perguntei “o que você está fazendo?” Mas no fim foi tranquilo, sobrevivemos e nos divertimos num fim de semana em Campinas-SP e Região.

A viagem foi programada com um mês de antecedência. A mala, isso mesmo levei só uma mala para os três, fiz um dia antes. Não poderia levar mais de um volume já que a minha pequena ainda engatinha e tinha certeza que ainda teria de carregar brinquedos e tralhas de criança. A experiência foi legal e passo algumas dicas abaixo. Espero que sejam úteis.

No aeroporto

Nos viajamos de Gol e com criança de colo não é permito fazer o webcheck-in. Então se programe para chegar pelo menos com 1h30 de antecedência do horário do seu voo. Os aeroportos estão enormes e os portões de embarque/desembarque exigem longas caminhadas. Com bebê e criança é mais difícil correr caso você se atrase.

Importante: para viagens nacionais é preciso levar a documentação das crianças (certidão de nascimento ou RG) no caso de viagem com pelo menos um dos pais. No caso de menores de 12 anos desacompanhados ou na companhia de adultos que não sejam parentes de até terceiro grau (irmãos, tios e avós), além da documentação, é preciso de uma autorização expedida pela Vara da Infância e Juventude ou um documento particular com firma reconhecida em Cartório. Mais informações no link.

Mesmo com carrinho de bebê você precisará de tempo porque é necessário passar pelo Raio-X com a criança. O carrinho vai na esteira ou é inspecionado pela segurança. As mochilas, bolsas e casacos também devem passar pela esteira do Raio-X. Lembre-se que as garrafas com mais de 100 ml de qualquer líquido e objetos cortantes e perfurantes são proibidos na bagagem de mão. Mas na área do embarque você pode comprar alimentos e líquidos para consumir no avião.

Os remédios com mais de 100 ml são permitidos mediante apresentação de receita médica.

Se você está sozinha leve o carrinho de bebê. Pense que você pode querer ir ao banheiro, precisar das duas mãos em alguma situação ou até andar mais depressa, nesses momentos o carrinho de bebê é uma ajuda e tanto!

No avião

Fui com o carrinho de bebê até a porta do avião. Lá deixei ele e segui com minha pequena no colo e o irmão ao lado. Importante: você tem que informar ao comissário de bordo que quer o carrinho na porta do avião quando desembarcar, senão eles despacham o carrinho na esteira junto com as bagagem.

Marque o assento logo após comprar a passagem, não conte com a boa vontade das pessoas ou o bom senso dos atendentes da companhia aérea para trocar de lugar e você ir ao lado do seu filho. No meu caso, ao lado do meu filho tinha um senhor bem grande, o voo estava lotado e ninguém trocou de lugar com o meu pequeno. O máximo que consegui foi ficar na mesma fileira, porém cada um em uma poltrona no corredor. Como qualquer criança nessa situação, ele não conteve as lágrimas e nem seu choro sentido, sem birra, comoveu as pessoas. Mas para minha surpresa, meu pequeno entendeu a situação e contentou-se em apenas me dar a mão pelo corredor que nos separava.

Outra questão é o uso do cinto de segurança para criança de colo. Peça e exija para o seu bebê. Eu pedi, mas a aeromoça disse que não precisava. Encucada, conversei com outras mães e elas me relataram que em algumas situações de turbulência o cinto é fundamental para segurar o bebê junto a mãe. Só os nossos braços não são suficientes.

Durante o voo

Leve chiclete para os maiores e dê mamadeira ou peito para o bebê isso minimiza o desconforto causado pela mudança brusca de pressão nos ouvidos na subida e descida do avião. A mastigação e a sucção ajudam a diminuir o mal-estar. Mas não se preocupe nem toda criança tem esse desconforto.

Almofada para pescoço.
Almofada para pescoço.

Tenha na bagagem de mão brinquedos para entreter, casaco ou manta em razão do ar-condicionado e almofada para o pescoço. Não aconselho levar travesseiro pois atrapalham mais do que ajudam. A almofada para o pescoço resolve a questão de ter onde apoiar a cabeça e são compactas. Se você não tiver uma em casa as lojas do aeroporto sempre vendem.

Algumas companhias aéreas não servem comida, então leve lanche e bebida (que pode ser comprada na área do embarque) na bagagem de mão. Dê preferência aos alimentos mais fáceis de comer e que não façam sujeira. Eu gosto de levar biscoito sem recheio e pão de queijo.

478051Para a bebê levo a papinha da marca Heinz ou Jasmine que vem numa espécie de sachê e dispensa o uso de colher. É só ir apertando devagar e a criança vai sugando, bem prático de consumir. Levo sempre mais porque o filho mais velho e o pai adoram e disputam quando a pequena deixa um pouquinho.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos.

Deixe seu comentário, diga o que achou e contribua com suas impressões.

1 comment

  1. Ari

    Atenção nas documentações são fundamentais para garantir segurança e tranquilidade da viagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.