Porque se divertir em casa nesse Carnaval

Este ano não conseguimos nos programar para viajar no feriado de Carnaval e decidimos curtir os dias de folga em casa. Aí uma pessoa me perguntou: mas você não vai sair? Não vai se divertir com os filhos por aí? Não, não vou sair. Vamos nos divertir a nosso modo, em casa, recebendo os familiares e os amigos.

Respeito as pessoas que gostam de curtir o Carnaval de rua e de clubes. Gosto não se discute. Adoro ver as fotos das fantasias e a criatividade das pessoas nessa época do ano. Mas confesso que nunca gostei de “pular o Carnaval”.

Daí, recebi essa reflexão de uma amiga e resolvi compartilhar. Achei interessante para pensar que ainda quero passar muitos e muitos Carnavais com minha família e nossos amigos.

Curtir o tempo junto para brincar e fazer atividades simples. Aproveitar a animação das crianças com a data Carnaval para criar fantasias caseiras e criativas. Ficar de bobeira em casa, assistir um filme ou montar aquele quebra-cabeça que há tempos estava guardado.

Criançada curtindo a invenção caseira de um arremessador de confetes.
Criançada curtindo a invenção caseira de um arremessador de confetes.

 Porque não saí COM FILHOS POR AÍ neste carnaval

Sim, você vai encontrar uma certa amargura e melancolia nessas palavras em pleno Carnaval, mas às vezes é preciso parar de pensar em “bloco” para que um pensamento genuíno e seu apareça.

Tudo começou com planos para viajar, só que teríamos que pegar a estrada no sábado, já por aí paramos. Estrada sábado de carnaval? Este é um risco que não queremos correr, acabamos de voltar da praia e não me parece razoável colocar nossa família em um carro por 1200 km passando por estradas, inseguras, esburacadas e congestionadas… Não, não deixa quieto! Vamos ficar aqui e ir para os bloquinhos da cidade.

Quando no caminho da escola dos meus filhos escutamos no rádio, homem assassinado em frente escola dos filhos! Caramba! Que choque! Poderia ter sido meu marido! Poderia ter sido qualquer um. A verdade é que isso acontece todo dia, digo assassinatos, e nós aprendemos erroneamente a lidar com isso com uma empatia mínima ou quase nula, mas quando o cenário chega perto do seu, aí dói de verdade.

Depois disso já pensei não quero ir em bloco nenhum! Vou só nos de criança.

Aí uma amiga na sexta conta, ” bebi muito ontem! Já acordei e estou na folia de novo”. Ok se ela não estivesse dirigindo por todo lado. Aí, vem o próximo cenário, você com seus filhos no carro e um monte de gente bêbado solto por aí, Hummm moro longe melhor ficar em casa mesmo.

Que tal um filminho? Ou um churrasco com os amigos em casa?

É eu sei. Você foi, pulou o Carnaval, foi ótimo, não aconteceu nada e estão todos bem.

Que bom! Maravilha! Que estejamos sempre salvos! Amém!
Eu estou mesmo muito “xarope” neste Carnaval, mas vou deixar para arriscar a vida depois, hoje não! Quem sabe amanhã?

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.