Salvem o Castelinho do Parque da Cidade

Mãe e filhos brincam de tomar chá
Foto: Com Filhos por aí!

Fui ao Castelinho do Parque da Cidade (Brasília-DF) com meus filhos, na segunda-feira (27/04), para brincarmos de tomar chá e sai de lá com um sentimento muito ruim. Foi abordada por agentes da Polícia Montada me alertando que o local era perigoso para estar sozinha com duas crianças pois drogados usam o espaço e praticam furtos. Lógico que em dois minutos eu guardei tudo e fui embora. Mas tive que enfrentar os questionamentos do meu filho de quase cinco anos.

No caminho até o carro, ele primeiro estava chateado de ter que ir embora porque adorou o lugar. Depois queria entender o que é drogado, por que as pessoas fazem mal para outras e por aí foi. E eu pensando: nossa como pude ser ingênua e o que poderia ter acontecido conosco ali. Então, veio o saudosismo de como era bom brincar lá. Tenho algumas fotos dos nossos chás com as bonecas no Castelinho.

Depois fiquei com um sentimento ruim de como um lugar tão legal pode ser tomado por poucos e nós sermos privados de usufruir do local. Ter receio ou até medo de ir lá numa manhã linda de sol. Ter que andar em bando para poder brincar com as crianças de tomar chá.

Sim! O Castelinho é uma construção simples de tijolos e concreto! Mas meu filho na hora que viu o lugar ficou tão animado que mudou meu olhar de pessoa adulta. “Mãe é um castelo mesmo!”, disse com brilho nos olhos.

Crianças brincando no Castelinho do Parque da Cidade
Foto: Com Filhos por aí!

Ele observou que tudo era para pessoas do tamanho dele, as escadas, as mesas, os bancos, as janelas e os portais. Em meia hora que ficamos lá, tomamos chá em três lugares diferentes. Minha filha (11 meses) adorou poder subir e descer do banco sozinha, além de se apoiar nas mesas da altura dela, pois está quase andando. Foi muito legal até os policiais chegarem e fazerem o alerta. Assim, voltei para nossa dura realidade de violência e perigo nos locais públicos.

Pensei bastante sobre a situação e coloquei na cabeça que precisamos fazer alguma coisa pelo Castelinho. Ainda não sei ao certo o quê. Estou super aberta a sugestões. Talvez ir a administração do Parque pode ser um bom começo.

Por favor me ajudem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.