Sobre SOS MÃES

Affffeeeeeee…tanta coisa aconteceu desde que eu escrevi esse texto em outubro de 2015! Helena já tem 2 anos e 7 meses e muita coisa já mudou de lá pra cá. Saiba mais aqui :

Faz 1 mês que a SOS MÃES mudou ….para melhor <3


Escrito em outubro de 2015:

Eu sou mãe, quer dizer eu sou a Fernanda, mas depois que Helena nasceu sou mais conhecida como a MÃE DA HELENA hahahahahhahaha, sim, essa criança fofa de quase 2 anos que está por todo o site.

Eu brinco que vim para Brasília ( onde moro atualmente ) de primeira dama, já que topei acompanhar o marido na transferência dele. Chegamos e aqui estamos há 3 anos. Antes de mudar nunca nem havia pisado em Brasília e hoje amo. Aliás você já visitou a capital do país? Deixe para trás qualquer julgamento e venha. Os ipês amarelos de agosto e setembro são uma das maiores belezas do mundo. Os monumentos são de babar, muito espaço para viver, céu ….muito céu para se ver.

O SOS MÃES surgiu de uma grande necessidade que eu tive quando Helena nasceu. Veja só, eu estava preparada para muita coisa: para aguentar noites em claro, para amamentar, para aguentar bebe chorando, para infinitas fraldas, para cheirinho de bebê, para sorrisos, para carinhos… mas não estava preparada para uma única coisa: A MATERNIDADE DE UMA MULHER SÓ, ou seja, não estava preparada para um certo tipo de solidão tão marcante nos tempos atuais: A de famílias nucleares, formada de 2 a 3 pessoas, vivendo em outra cidade, sem pais por perto ou que continuam trabalhando, sem comadres e compadres, sem vizinhas disponíveis, sem uma vila. Já ouviu o ditado: “Para se criar uma criança é preciso uma vila” ? Vila???? Meuuuuuu, que mané vila. Se tiver uma cabana já está é bom. Ninguém mais está disponível!

A verdade é que eu não imaginava que a doação seria tão grande ( e quer saber, nem dá para ser diferente, quando nos vemos já estamos mergulhadas naquele novo mundo cheio de amor e loucura) e devo confessar que me sentia super dependente, sem ter a quem recorrer. Virar mãe fez com que eu me sentisse a mulher maravilha que fazia tudo com uma criança no colo/sling, mas com o tempo passando fui percebendo que eu não precisava nem queria ser aquela mulher maravilha. Eu precisava, assim como acredito que muitas mães por aí também precisem, de ajuda.

DE TODO TIPO de ajuda: Comida para aguentar a bronca, a manicure para lembrar que eu Fernanda ( não só a mãe de Helena, como a gente passa a ser conhecida ) também existia, de delivery para trazer as compras que eu não dava conta de ir fazer com a pequena nos braços. Simplesmente precisava de toda ajuda que eu pudesse ter, de preferência sem pitacos hahahhahaah. Porque vamos combinar, ajuda com pitaco é pentelhação. Ajuda é outra coisa. 

Aos poucos fui percebendo que outras mães, assim como eu, só descobriam no olho do furacão que precisariam de mais braços do que os seus dois – já ocupados – para continuarem vivendo e poderem curtir com tranquilidade a sua maternidade e os momentos com seu bebê. Precisamos de ajuda para podermos sentar com nossos bebês no colo sem termos que nos preocupar como ou quando faremos isso ou aquilo.

Pois bem, isso me fez criar o SOS MÂES, um site voltado a divulgar serviços de todos os tipos que auxiliem as mulheres que estão em casa com seus bebês, especialmente a fase dos 0-6 meses, onde a entrega da mãe e as necessidades do bebê são tão marcantes.

Por exemplo….. comida! Putz, tá aí um assunto que desestrutura os governos mais sólidos hahahahahaha. Antes do seu bebe nascer era fácil né? Tá com fome, levanta vai ali na cozinha e rapidinho faz um macarrão, ou, vai até ali no restaurante e come alguma coisa. Simples, rápido e eficiente.

Agora me diz aí como ficou? Putz, bebê não quer sair do colo e não rola ficar mexendo com panela quente perto dele, além disso no meio da história ele começa a chorar, fez coco, quer mamar e por aí vai….e quando você foi ver, nem macarrão tinha em casa hhahahahahhahah. Sair seria mais fácil né? Lóoooooogico que não hahahahhahhah! Você acabou de colocar o bebê no berço, qual a mãe que vai ter coragem de tirar o bichinho dali, trocar de roupa e fralda e colocar no carrinho para ir ali ao lado comer alguma coisa? Fácil mesmo é ter algo pronto no congelador que você só precisa colocar no microondas ou no forno e pronto: voilá! E quem pode fazer isso por você? Uma cozinheira que vai até a sua casa e deixa os pratos montadinhos no seu congelador. Bom, né?

Viu, é isso que o SOS Mães faz, te diz quem te AJUDA! DE VERDADE! SEM JULGAMENTOS! SEM COBRANÇA! E te deixa FELIZ. A gente conta o milagre e ainda dá nome e o telefone do santo ou da santa! ;). Indicações de serviços em domicílio, entregas-delivery, profissionais que vão até você, empresas que tem serviços pensados para esse momento e até como e onde ir quando você decidir sair de casa e JURO: VOCÊ VAI QUERER SAIR DE CASA E VER GENTE!

Que tal?

Estamos apenas começando e eu não tive nem 1/5 das ajudas que vou te mostrar aqui no SOS MÃES (e como teria sido mais fácil…putz, marido teria agradecido de joelhos hahhahah), mas espero que cada indicação aqui do site te ajude de verdade a atravessar essa fase que passa em um piscar de olhos…..Afinal lembre-se sempre do lema da maternidade: Não parece, mas TUDO PASSA e quando passar você terá saudades de tudo, bem QUASE tudo hahahahhahah.

É isso.

Estamos aqui e a todo vapor. Conte conosco.

Beijões,
Fernanda, mãe da Helena, publicitária, coach, empreendedora, cheia de ideias!

Ps.: Quer ter certeza que nunca vai perder uma indicação??? Faça parte do nosso mailing. Deixe seu email aqui em baixo. Não faremos SPAM, especialmente porque mãe não tem tempo (e não merece) para ver SPAM né?!

Pode curtir nossa página no Facebook

E também seguir a gente no Instagram ( quer dizer, aqui é mais para seguir a Helena né?! hahahhah):

[instagram-feed num=4 cols=4]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.