Stella – Furo da Orelhinha em domicílio

Se você tem uma filha fatalmente pensará (ou será perguntada, como em tudo na maternidade. Afe, como nos fazem pergunta!!!!! hahahhahahah): Furar ou não furar a orelhinha?

Já reparou que na maternidade não há decisão fácil, mesmo em algo que parece tão banal quanto um brinco?! No Brasil estamos acostumadas a ver bebês saindo da maternidade com brincos, mas em outros países isso chega a ser considerado tortura. Por aqui essa discussão começa a aparecer, mas não serei eu (pelo menos não dessa vez hahhaahahhaha) que colocará lenha nessa fogueira. Eu já tenho um monte de outras fogueiras para queimar ;).

Discussões à parte eu decidi que iria colocar brincos na Helena. Ahhhhhh, fala muito sério, não ficam lindas de brinco? Confesso, eu amo! E não para mostrar que ela é uma menina, porque isso pouco importa para mim. Inclusive, mesmo depois do brinco ainda tinha – SEMPRE TEM – alguém que perguntava: É menino? hahahahhahahhahah…. tem que ter paciência! MUITA!

IMG_20140218_110044.

Bem, eu decidi que ia colocar. Eu sempre amei usar brinco e porquê a minha experiência é a melhor pensei que minha filha pudesse ter o mesmo relacionamento com o acessório. E quer saber? Se um dia ela não quiser usar é só tirar, não vou sofrer, mas se ela gostar de usar já estará tudo certo.

Quando falei para pediatra da Helena que queria colocar brincos, ela apenas indicou colocar depois das vacinas e ela mesma recomendou a Stella, que realiza furo da orelhinha em domicílio e eu, Fernanda, garanto: a melhor pessoa que você poderia querer para furar a orelhinha da sua filha!

Com mais de 20 anos furando orelhinhas e desde 2009 realizando o procedimento em domicílio, a Stella oferece segurança e comodidade às famílias. Sair de casa, enfrentar trânsito, calor ou chuva, pode não ser a tarefa mais fácil. Além disso, estar em casa, em um ambiente acolhedor e familiar ajuda muito em qualquer tipo de procedimento realizado no bebê. Ele tende a ficar mais calmo e a estranhar menos as pessoas e as situações.

Eu segui a recomendação da minha pediatra, mas não há consenso sobre a idade certa para furar a orelhinha. Pode ser logo após o nascimento, alguns meses ou até anos depois. O momento certo é a mãe ( e dependendo da idade, a criança) quem escolhe. Na experiência da Stella ela percebe que as crianças que choram mais são aquelas com mais de 1 ano, pois sentem-se amedrontadas. Então ela evita usar roupas brancas e procura brincar com a criança caso surja uma situação como essa.

A Stella teve o maior cuidado e carinho do mundo com Helena. Pense em alguém não apenas com prática, mas realmente atenciosa com o que está fazendo. Para mães e bebês um bom profissional é essencial, mas uma pessoa atenciosa e cuidadosa talvez seja ainda mais importante.

A minha filha estranhou e chorou sim. Ela não é, nem nunca foi de ficar calma perto de estranhos ( confesso que isso me dá um certo alívio), e por causa dessa inquietude, acredito que a Stella tenha ficado quase 1 hora aqui em casa….. mas sempre mantendo a calma, passando tranquilidade. Foi FUNDAMENTAL!

Aqui em casa levou esse tempão todo, mas na média a coisa é bem simples e não dura mais que 10 minutos. Ou seja, bem rápido. Esterilizou as mãos com sabonete e álcool, pegou o revolverzinho que é na verdade o método System 75 da STUDEX, o mais seguro e eficiente do mercado, e pá pum. Nesse método ninguém entra em contato com o brinco que já vem esterilizado de fábrica, além de ser antialérgico. E você escolhe o modelo na hora mesmo. Apesar de todo mundo se empolgar na hora de comprar o brinco é preciso muito cuidado já que é bem comum metais causarem alergia na pele sensível do bebê.

4-340

 

Aqui usamos o brinco do método e deu muito certo. Logo após colocar é preciso ter alguns cuidados na higienização, mas nada muito diferente do ritual de limpeza do bebê. Helena ficou a fofurice em pessoa, mas a foto logo depois de colocar vou ficar devendo… Acredita que não tirei? Era tensão demais para uma mãe de primeira viagem com uma bebê de 2 meses hahahhaah.

 

 

 

Gostou da dica? Converse com a Stella.

Telefone/whatsapp: 61/9842-5942

Blog: furodeorelhabrasilia.blogspot.com.br 

Valor: R$160,00 com o brinco já incluso

Regiões atendidas (Brasília -DF): Asa Sul, Asa Norte, Lago Sul, Lago Norte, Guará I e II, Park Way, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Octogonal, Cruzeiro, Sudoeste, Águas Claras.Devido à dificuldade de estacionamento, alguns locais em Taguatinga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.