Vantagens e desvantagens de ser mãe antes dos 30

Não importa qual idade você tenha quando o primeiro filho nasce, a maternidade é sempre muito desafiadora, te impõe escolhas e te traz alegrias. Também não existe uma idade certa para ter filhos, em qualquer fase da vida haverá vantagens e desvantagens que vão variar de acordo com cada mulher.

Cada pessoa tem um contexto de vida e nem tudo que essa lista aborda acontece com todas as mães com menos de 30 ou deixa de acontecer com quem decidiu ter filho depois dessa idade. Esse texto eu escrevi com base na minha experiência pessoal já que eu fui mãe bem antes dos 30: engravidei com 22 anos e tive o bebê com 23. Vamos ver quem mais se identifica:

  • A vida social no começo da fase adulta é sem duvida um dos pontos que mais se modifica com a chegada de um bebê. As festas e botecos ficarão de lado até que você tenha com quem deixar o seu filho para dar aquela escapulida e se divertir como nos velhos tempos, mas isso é o de menos. Se você for a primeira das suas amigas a engravidar (e isso é muito provável de acontecer), no pós-parto pode ser que tudo fique estranho entre vocês. É muito difícil imaginar como é o turbilhão de emoções e de mudanças que acontece com a chegada de um bebê, essa dificuldade faz com que muita gente não saiba ajudar e acabe se afastando, o pós-parto fica um tanto quanto solitário até que você conheça outras pessoas com filhos que estejam passando pelas mesmas dificuldades.
A parte legal dessa mudança é que sendo a primeira a ter filho você possivelmente vai virar a referência materna quando chegar a vez delas, o que é super legal e traz uma reaproximação.
  • Acredito que o grande motivo que faz as mulheres esperarem bem mais para ter o primeiro filho do que faziam há algumas décadas é a vida profissional. É praticamente impossível que antes dos 30 você já esteja consolidada em uma carreira e já tenha atingido suas metas profissionais, com retorno financeiro satisfatório. Com vinte e poucos anos é mais provável que você esteja formada há pouco tempo, tenha começado recentemente uma carreira ou esteja com a vida profissional indefinida. Com um filho para criar a sensação de insegurança profissional e financeira pode ser muito ruim, principalmente se o pai da criança não contribui. Porém, justamente por estar começando, existem menos conquistas a se perder e mais liberdade para decidir se dedicar a criança, adiar os planos, mudar de área ou começar um novo empreendimento do zero.
  • Existe uma probabilidade menor de desenvolver complicações na gestação se você tem entre 20 e 30 anos. Além disso as chances do feto apresentar síndromes cromossômicas é menor e a recuperação no pós-parto é mais rápida em mulheres mais jovens. (A ciência ajuda quem cedo madruga, pode?)
  • Antes dos 30 você tem mais energia para aguentar as noites mal dormidas e para acompanhar o pique das brincadeiras a medida que a criança cresce. <3
  • Quanto mais nova você tem filho, mais novos serão os avós do bebê e mais tempo eles poderão conviver com os netos. (e ninguém fica perguntando “quando vai me dar um neto?”)
  • Palpite toda mãe ouve, agora, eu tenho certeza que se você é mais nova vai ouvir muito mais! Pelo simples motivo de que quase todas as pessoas com filhos são mais velhas que você e por isso elas se sentem com o direito dobrado de dar pitaco (e ainda falar que você está inventando moda quando resolve não seguir os conselhos…).
  • Quando seu filho fizer 18 anos você ainda estará na casa dos 40! Ou seja, muito tempo e muita saúde para passear, viajar, trabalhar… com a companhia dele ou não! E se ele ou ela decidir que também terá filhos você será uma avó jovem, mesmo que eles tenham o primeiro bebê com mais de 30 anos.
  • Quando se tem o primeiro filho cedo você pode decidir esperar vários anos para ter o próximo sem se sentir pressionada pelo relógio biológico. E pode ter muitos filhos!
  • Você vai viver a maternidade por mais tempo na sua vida adulta. Isso não necessariamente é bom, mas para algumas pessoas a maternidade traz tantas mudanças e aprendizados de forma tão arrebatadora que você tem a oportunidade de se tornar uma pessoa melhor e mais madura, mas com carinha de 20 e poucos. Hahaha.
  • Falando em maturidade, a maternidade nos traz responsabilidades gigantes, de uma hora pra outra, e precisamos nos virar e lidar com elas tendo 18 anos ou 35. Cuidar de filho doente, educar bem, sustentar, decidir sobre todos os aspectos da vida de outra pessoa são desafios muito maiores do que a maioria das pessoas da sua idade estarão enfrentando (e esse amadurecimento pode trazer a tona uma pessoa muito mais legal, que você nem imaginava que existia).

Se você sente vontade de ter filho antes dos 30 mas está insegura ou se você tem 20 e poucos e foi pega de surpresa por uma gestação não planejada, eu espero que meu texto tenha ajudado a mostrar os benefícios de ser mãe cedo e também os desafios que virão pela frente, lembrando que maternidade e desafio são palavras quase sinônimas, não importa a idade que você tenha. (mas antes dos 30 você ainda tem energia de sobra para lidar com tudo)

 

Na próxima quinta-feira 16/06, vai acontecer o nosso SOS MÃES hangout, um bate papo online e ao vivo sobre como é ser mãe antes dos 30 anos. ACOMPANHE O BATE PAPO AO VIVO AQUI! Prepare suas perguntas!

Inscreva-se no facebook, para você acompanhar as atualizações: SOS MÃES hangouts no facebook 

Inscreva-se no canal do youtube : SOS MÃES hangouts 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.