Viagem em modo ON e celular em modo OFF

Avó com os netos na Legoland
Elvira com os netos no dinossauro feito com peças de Lego no parque temático Legoland.
Foto: Com Filhos por aí!

Você consegue passar um dia sem celular? E estar um dia por completo com seus filhos? Vamos ser sinceros, as duas situações são difíceis! Na minha última viagem com minha família passei por essa experiência e no começo achei que iria enlouquecer. Mas com o passar dos dias comecei a gostar da ideia e pensei: vou tentar me conectar mais com meus familiares e menos com o mundo virtual.

Fomos para Orlando (EUA) com um grupo de 24 pessoas passar 15 dias. Tinha programado comprar um chip de celular assim que chegasse lá porque nos dias de hoje não podemos ficar sem conexão e é muito fácil ter um pacote de dados nos EUA. Porém, no primeiro dia de viagem chegamos cansados e não queríamos abusar das crianças passando o dia na rua. No segundo dia começamos uma verdadeira maratona ao parques temáticos (fomos em 9 parques diferentes e repetimos um). Quando vi já tinha passado a primeira semana e não valia mais apena comprar o chip. Em vários lugares como restaurantes e parques temáticos se tem wifi-free (acesso a internet gratuito).

Outra questão que pesou foi pensar: já que o celular não funcionava eu não precisava ficar atenta a ele. Isso me proporcionou mais atenção aos que estavam ao meu lado. Ver as reações dos meus filhos a toda novidade que lhes era apresentada. Escutar os comentários da minha mãe encantada com tudo que observava. E o melhor, me permitir estar e brincar com eles. Nas filas das atrações dos parques, podíamos conversar e foi muito bom saber as expectativas deles em cada lugar.

Em muitas situações queria ter tirado foto ou gravado, mas fiz a opção de apenas presenciar e aproveitar o momento. Lógico que tiramos muitas fotos e fiz alguns vídeos, mas no modelo antigo, com a máquina fotográfica para registar os fatos.

Mas também não sou de ferro e não gosto de radicalismo. Acessei o mundo virtual algumas vezes e postei fotos e vídeos da nossa viagem. Porém, optei por fazer isso quando as crianças estavam dormindo ou quando eu estava sozinha.

A princípio parece uma experiência simples colocar a viagem no modo ON e o celular no modo OFF, mas tentar não foi fácil, eu confesso. Mas recomendo! Afinal de contas:

“É preciso amar as pessoas

Como se não houvesse amanhã

Porque se você parar pra pensar

Na verdade não há…”

Legião Urbana

Em breve vou publicar os textos sobre a viagem. Aguardem!

Criança fora de casa!

São dicas e ideias para encorajar pais e mães a saírem com seus filhos de casa e conhecerem lugares novos, viverem experiências diferentes e mostrar para as crianças o mundo lá de fora. Os textos são escritos por mães e publicados um vez por mês.

Gostou da ideia? Compartilhe com seus amigos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.